Auriculoterapia para depressão: como funciona o tratamento?

Indicações da auriculoterapia

A depressão é um dos distúrbios psicológicos que cada vez mais tem sido diagnosticado na nossa sociedade. Sintomas como baixa autoestima, falta de confiança em um futuro melhor, pessimismo, ansiedade e prostração podem estar presentes no depressivo – e por isso é muito importante que a condição seja diagnosticada por um profissional da saúde mental.

Na busca por tratamento, muitas pessoas que enfrentam esse problema conseguem encontrar alívio na auriculoterapia para a depressão. Se você está passando por esse momento delicado, veja como essa terapia pode lhe ajudar.

O que é a depressão e quais seus sintomas?

A depressão é um distúrbio afetivo que pode ser causada por vários fatores como a carga genética, alterações químicas no cérebro e até mesmo o excesso de estresse.

Os principais sintomas da depressão são:

  • Humor depressivo, irritabilidade, ansiedade ou angústia;
  • Cansaço fácil, desânimo e diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades que antes o satisfaziam;
  • Indecisão e falta de vontade;
  • Sentimentos como medo, desesperança, insegurança, desespero, desamparo e vazio;
  • Ideias frequentes e desproporcionais de culpa, pessimismo, falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso;
  • Desejo de morrer, planos de suicídio;
  • Interpretação distorcida da realidade;
  • Dificuldade de concentração, raciocínio lento e esquecimento frequente;
  • Diminuição do desejo sexual;
  • Perda ou aumento do apetite;
  • Insônia ou excesso de sono;
  • Dores e outros sintomas físicos que não são justificados por questões médicas.

Auriculoterapia para depressão: como funciona?

A auriculoterapia é uma técnica milenar chinesa que busca a estimulação de determinados pontos na orelha do paciente para equilibrar o organismo e tratar diversas doenças e condições físicas e mentais, incluindo a depressão, a ansiedade, a síndrome do pânico e outras.

Existem estudos que demonstram que a estimulação de determinados pontos na orelha podem ativar pequenas fibras nervosas responsáveis por enviar impulsos para o cérebro, a coluna espinhal, a pituitária e o hipotálamo, aumentando a liberação de endorfina no sangue e diminuindo os sintomas da depressão.

Tudo isso somente é possível porque o pavilhão auricular possui um microssistema o qual se liga com todas as partes do corpo humano através de uma rica inervação que se conecta ao Sistema Nervoso Central, fazendo com que os estímulos na orelha resultem em reações em todos os órgãos e sistemas de todo o corpo.

Quais os resultados posso esperar da auriculoterapia para depressão?

É preciso que o paciente compreenda que a auriculoterapia isolada não poderá tratar totalmente a sua depressão, mas quando associada a outras terapias ela pode apresentar resultados bastante significativos.

Muitos pacientes, após algumas sessões de auriculoterapia, relataram melhoras nos quadros de insônia, alívio das dores em geral, redução do cansaço psicológico e físico, aumento da energia vital, redução da ansiedade e harmonização da energia do corpo.

Como é o tratamento para depressão com auriculoterapia?

Antes de iniciar seu tratamento, é preciso que o profissional avalie o seu estado geral de saúde e, então, programe o período e o intervalo das sessões. Em geral, cada sessão dura em média 30 minutos e um tratamento para a depressão pode durar até 3 meses.

Após este período, o profissional irá realizar uma reavaliação para estabelecer de quanto em quanto tempo terá de fazer sessões de controle.

Gostou de saber mais sobre a auriculoterapia para depressão? Se você tem alguma dúvida sobre esse assunto, deixe-nos um comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.