Drenagem linfática no pré-operatório: por que fazer?

drenagem linfatica

Você já ouviu falar na drenagem linfática no pré-operatório? Cada vez mais solicitada, a prática ajuda a tratar o corpo antes de uma cirurgia, e ainda a ter melhores resultados, principalmente nos casos de cirurgias plásticas.

Se você está em dúvidas sobre fazer ou não a drenagem linfática no pré-operatório, continue a leitura desse texto.

Quando a drenagem linfática no pré-operatório é indicada?

Antes de qualquer coisa, é importante que o procedimento seja orientado pelo seu cirurgião, afinal ele é quem poderá indicar se há ou não necessidade desse tratamento no seu caso.

Em geral, o procedimento é indicado tanto para quem irá realizar cirurgias faciais, como para as corporais, buscando um resultado final melhor do procedimento e também uma recuperação mais rápida.

As cirurgias plásticas que mais costumam solicitar o tratamento no pré-operatório são: abdominoplastia, lipoaspiração, mastoplastia de redução ou aumento, rinoplastia, blefaroplastia e outras.

Quais são os benefícios da drenagem linfática no pré-operatório?

Quando feita de maneira correta e por um bom profissional, a drenagem linfática no pré-operatório possui muitos benefícios, como:

  • Relaxamento físico;
  • Melhora do sistema linfático e da circulação sanguínea;
  • Melhora da pele na absorção de produtos importantes aplicados antes da intervenção cirúrgica;
  • Diminuição de inchaços, edemas e retenção de líquidos;
  • Alívio da tensão pré-operatória;
  • Prevenção de complicações possíveis como seromas e fibroses.

A drenagem linfática e a cicatrização da pele

Um benefício muito importante de se realizar a drenagem linfática no pré-operatório é melhorar a cicatrização da pele após o procedimento cirúrgico.

A principal complicação que é evitada com a prática é a formação de fibrose, que acontece quando determinadas bactérias reagem no momento da cicatrização do corte cirúrgico, o que pode levar a infecções e imperfeições na pele.

Como o sistema linfático é o responsável por favorecer que os glóbulos brancos reajam contra as bactérias invasoras, estimulá-lo com a drenagem linfática pré-operatória é bastante importante, de modo a deixar as “defesas” do seu organismo mais “potentes”.

Além disso, a drenagem linfática ainda atua de modo a acelerar o desempenho dos linfonodos que compõem o sistema linfático, de maneira a favorecer a cicatrização da pele e a acelerar a recuperação pós-cirúrgica.

Qual é a melhor técnica de drenagem linfática no pré-operatório?

Existem muitas técnicas de drenagem linfática atualmente, porém a mais indicada para esse fim é a técnica manual, capaz de acionar os gânglios localizados em determinados pontos do corpo, como as axilas, a virilha, a região do pescoço e a região atrás dos joelhos.

O uso de aparelhos como o Manthus e o Heccus pode ser auxiliar, mas o principal procedimento deve ser o manual, sendo feito com extremo cuidado e seguindo as recomendações do seu cirurgião plástico.

E, então, já está convencido da importância de realizar a drenagem linfática no pré-operatório? Se esse conteúdo foi útil para você, compartilhe-o em suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.